• Odara Luiza e Lucas Moreira

A água da Caesb pode vir contaminada? Água da rede de distribuição é confiável?


A água potável é aquela que está em condições apropriadas para o consumo humano e deve ser livre de contaminações para que não haja risco de doenças. De tal maneira, todos precisamos conhecer e entender sobre a qualidade da água que tomamos para evitar problemas de saúde.

Contaminações por vírus, bactérias e substâncias tóxicas são imperceptíveis a olho nu e podem prejudicar a nossa saúde. Por isso, além de não apresentarem sabor, cheiro e cor, as águas consumíveis devem estar enquadradas em parâmetros específicos de qualidade determinados pelo Ministério da Saúde.

O consumo de água fora dos padrões de potabilidade pode oferecer riscos à saúde da população, causando inúmeras doenças e problemas de saúde. A água consumida pela população brasileira na maioria das vezes é proveniente de abastecimento público ou de poços artesianos.


Abastecimento público de água


Poucas pessoas sabem que o caminho entre a estação de tratamento e a torneira pode influenciar na qualidade da água consumida. A distribuição da água ocorre por meio de canalizações/tubulações, conexões e bombas hidráulicas que percorrem as ruas da cidade, desde a estação de tratamento até o reservatório domiciliar.

Essas canalizações podem estar sujas ou oxidadas e com isso contaminar a água. Não são raras as notícias na imprensa alertando sobre vazamento de esgotos que ocorrem com frequência e podem contaminar a água de abastecimento. Por esses motivos, o tratamento e distribuição proveniente do abastecimento público não é garantia de água potável.


Poços artesianos


Os poços artesianos não estão a salvo da contaminação também, nem sempre a água proveniente de um poço artesiano está em condições adequadas para uso. Excesso de ferro e manganês são muito comuns, além da contaminação dos aquíferos por fossas, e por essa razão também é preciso tratar a água de poço artesiano.

É recomendável, no entanto, a realização de uma análise físico-química e microbiológica da água de poço a fim de identificar o tratamento correto para purificá-la e torná-la adequada ao uso. Os valores máximos permitidos para contaminantes na água potável estão definidos na Portaria do Ministério da Saúde GM/MS Nº 888, de 4 de Maio de 2021.

A Cráton realiza análises microbiológicas e físico-químicas de água para casas, condomínios e poços artesianos, utilizando os métodos mais modernos e os melhores equipamentos dos laboratórios da Universidade de Brasília. Caso tenha interesse em saber se a água que você e sua família consomem está dentro dos parâmetros de potabilidade estabelecidos pelo Ministério da Saúde, entre em contato conosco e solicite seu orçamento.

#analisedeagua #caesb #poçoartesiano #abastecimentopublico





WhatsApp icone