top of page
  • Foto do escritorLuara Abreu

Rochas ornamentais: 5 curiosidades


Rochas Ornamentais

As rochas podem derivar de diversas origens. Cada rocha possui um processo evolutivo e características diferentes, processos geológicos, que se desenvolvem desde profundos níveis da crosta ou do manto até a superfície da Terra. Durante a confecção de rochas ornamentais exigi técnicas de lavras e beneficiamentos distintos.


5 Curiosidades sobre as Rochas Ornamentais


1 - O que são Rochas Ornamentais?

De acordo com as normas da ABNT 15012:2003, as rochas ornamentais podem ser definidas como todo o material rochoso de origem natural com diferentes graus de beneficiamento, com função estética.


2- Quais são as rochas ornamentais mais conhecidas?

Ardósias, Granitos, Mármores e Quartzitos.


3- Como são formadas?

As ardósias são rochas de origem metassedimentar de baixo grau, que são formadas com características siltoargilosas. Sendo rochas com uma grande durabilidade, elas apresentam delaminação em placas e foliação penetrativa do tipo clivagem ardosiana. São famosas como pisos e possuem coloração variada, sendo as mais conhecidas a cinza da (figura 1) e a de coloração preta.


Figura 1: Ardósia como revestimento para pisos. Fonte: Moura pedra decorativas pisos e revestimento.


Os granitos são rochas plutônicas intrusivas de origem magmática, eles são constituídos principalmente de quartzo e feldspatos com maior teor de Na, além de micas, granadas e outros minerais. Contêm uma grande variabilidade mineralógica e podem ser encontrados em diversas cores, tamanhos de grãos e texturas (figura 2).

São as rochas ornamentais mais utilizadas no dia de hoje.


Figura 2: Granitos e suas variabilidades de coloração e textura Fonte: Decorfacil


Os Mármores são rochas metamórficas constituídas principalmente de calcita/dolomita e possuem textura granoblástica variando de fina a grossa. Os carbonatos presentes nesse tipo de rocha são extremamente suscetíveis a entrada de novos elementos químicos e afinidades minerais como com os diopsídio, anfibólios e micas. As texturas grossas e finas são caracterizadas por diferentes graus metamórficos, sendo os mais grossos de graus mais altos e finos de graus mais baixos. Por conta dessa variabilidade os mármores também possuem diferentes colorações, granulometrias e minerais (figura 3).

Figura 3: Mármores e suas viabilidades de coloração e textura Fonte:3Haus


Por fim, os quartzitos vem conquistando o mercado nos últimos anos, e são empregados a rochas metamórficas com os seu mineral principal sendo quartzo, possuindo textura granoblástica e granulação fina a grossa, essas rochas possuem uma grande resistência, pois o quartzo é seu mineral base e possui uma alta dureza na escala de mohs (escala de resistência que os minerais oferecem ao serem riscados), a presença de impurezas e também de outros minerais como mica são o que corroboram para uma variação de coloração nessas rochas, (figura 4).


Figura 4: Quartzitos e suas variabilidades de textura e granulação fonte: Decorsalteado.


4 - Quais são as principais diferenças entre Granito e Mármore?

Os granitos são rochas mais resistentes, elas são usadas como revestimento para pisos, banheiros e cozinha, sua granulometria é mais variada. Já os mármores possuem menor resistência, eles geralmente são materiais associados a banheiros, revestimento de parede e também a esculturas. O granito possui minerais com maiores durezas na escala de Mohs, já os mármores são de menor dureza possibilitando até sua moldagem em esculturas, como a Pietá de Michelangelo (Figura 5).

Figura 5: Escultura feita de mármore por Michelangelo: Pietá. Fonte: Infoescola


5 - Como uma rocha bruta vira uma rocha polida?

Existem vários processos de extração das rochas, mas entre as rochas ornamentais os mais utilizados são os métodos de lavra, onde as rochas maciças são transformadas em bancadas ou painéis verticais e sua extração é dada por fio diamantado em grande maioria, mas podem ser utilizados também explosivos, perfuração e cunhas para cortes. Após esse processo, esses painéis são levados para corte das bordas, envelopamento do material com resina para evitar a alteração dos minerais, serragem, polimento e acabamento final.


Bibliografia:

IGEOLOGICO (Geologia) (ed.). Rochas Ornamentais: Características e processo produtivo. In: CORRÊA, Amanda. Rochas Ornamentais: Características e processo produtivo. Website. ed. Https://igeologico.com.br/rochas-ornamentais-caracteristicas-e-processo-produtivo/: Amanda Corrêa, 2019. Disponível em: igeologico. Acesso em: 2 jul. 202

GEOSCAN (Geologia) (ed.). Rochas Ornamentais: O que são? In: GEOSCAN (Geologia) (ed.). Rochas Ornamentais: O que são? Website.ed. Geoscan: Geoscan, 2021. Disponível em: Geoscan. Acesso em: 2 jul. 2023

RECURSOS MINERAIS DE MINAS GERA -RMMG (Geologia) (ed.). Rochas: ornamentais. In: GILBERTO COSTA, Antônio. Rochas Ornamentais. Website. ed. Recursos Minerais de Minas Gera -RMMG: Antônio Gilberto Costa, 2020. Disponível em: Recursos Minerais de Minas Gera -RMMG. Acesso em: 2 jul. 2023.


Comments


bottom of page