top of page
  • Foto do escritorCamila Capucci

Evolução dos minerais: passado, presente e futuro

Passado

Desde o início da civilização, o ser humano já fazia ensaios sobre o uso dos minerais e rochas com o intuito de se aproveitar desses recursos para suas atividades do cotidiano. Mesmo sem saber como classificar aquelas substâncias, o homem primitivo iniciou os processos de mineração quando descobriram que a partir de fragmentos de rochas poderiam obter metais que eram utilizados em caça, contribuindo com o desenvolvimento da espécie. Retiramos pigmentos dos minerais, como calcários, argilas e carvão, utilizados na elaboração de pictogramas em cavernas, uma das primeiras formas de linguagem utilizada pelo homem para registrar parte da história.


Figura 1. Pintura rupestre (Bushman,2009).


A sociedade desenvolveu métodos de polimento de rochas, de fusões de minerais (metalurgia) para dar início à formação de ligas metálicas, de explorações subterrâneas (encontrando minérios como hematita, ferro e cobre), de utilização de carvão como combustível e muitas outras pequenas grandes descobertas. Com essas fases se estabelecem os estágios evolutivos ao longo da história, que correspondem a Idade da Pedra, Idade do Cobre, Idade do Bronze e Idade do Ferro, eventualmente substituídas pela Idade Nuclear e Idade dos Materiais Avançados. Percebemos, então, o quanto os minerais têm um forte papel na melhoria da vida dos seres humanos.

Na antiguidade, entretanto, o uso dos recursos minerais eram rudimentares e meramente mecânicos, servindo apenas para a fabricação de ferramentas, armas e utensílios, bem como para a realização de obras arquitetônicas. A medida e o grau de uma civilização eram dados pelo seu conhecimento e a capacidade de trabalhar os metais, mas ainda sem olhares mais aprofundados no seu objetivo, fato que foi mudando com o passar do tempo.


Presente

Com a evolução do conhecimento geológico da humanidade, passando pelas revoluções industriais e o desenvolvimento do conhecimento científico, hoje o ser humano utiliza uma gama enorme de fontes de minerais, sejam eles para agricultura no uso como fertilizantes ou até em usos mais específicos em naves espaciais ou chips para equipamentos especiais que se utilizam de elementos raros, como neodímio e nióbio. Aqui estão algumas das utilizações de minerais mais comuns que temos hoje em dia:

Minério

Material obtido

Principais aplicações

Hematita

Ferro

automóveis e eletrodomésticos, estruturas metálicas, fabricação de ferramentas, etc.

Bauxita

Aluminio

Utensílios, latas e embalagens

Calcopirita

Cobre

Condutores elétricos, moedas, telhas

Pirolusita

Manganês

Ligas metálicas, pilhas e baterias

Cassiterita

Estanho

Ligas para latas e soldas, vidros

Pentandlita

Níquel

Aço inoxidável, ligas, baterias

Esfalerita

Zinco

Aço galvanizado, aditivo em borrachas e tintas, indústria cerâmica

Ilmenita

Titânio

Dióxido, tintas, papel, cosméticos, ligas

Pirocloro

Nióbio

Aços especiais, superligas, ligas supercondutoras


Pirita

Enxofre

Indústria química (ácido sulfúrico)

Vários minérios

Ouro

Joalheria, reserva monetária, implantes médicos, eletroeletrônicos, etc

Calcita

Carbonato de cálcio

Fabricação de cal, papel, corretivo de solos, tintas e plásticos, aparelhos ópticos

Quartzo

Dióxido de silício

Vidros e cerâmicas, fundentes, fibra ótica

Apatita

Fosfato de cálcio

Fertilizante, ração animal, ácido fosfórico

Granitos/Basaltos

Brita

Construção civil e estradas

Halita

Cloreto de sódio

Sal, papel e celulose, sabão e alvejantes

Silvinita

Potássio

Fertilizante, fabricação de remédios

Tabela 1. Principais minerais e seus produtos.

Futuro

Certo, falamos sobre o passado e o presente, mas todos queremos saber: quais são os minerais do futuro? O que devemos estar de olho quando fazemos mapeamentos ou análises?

Silvia França, do CETEM, começa indagando o que são os minerais do futuro e ela mesma responde que “são aqueles que agregam valor a diversos elos e entre eles estão o lítio, cobalto, níquel, nióbio, terras raras, silício, grafita, green minerals e Minerais Reativos (com propriedades elétricas e magnéticas)”. A necessidade dessas matérias-primas cresce à medida que a indústria necessita de novos produtos que atendam a uma economia de baixo carbono. Entre as aplicações e minerais emergentes estão o mercado verde, sensores, materiais funcionais, novas energias/baterias e compósitos de alta performance.


Figura 2. Algumas amostras de minerais de Terras Raras. Fonte: Petrosolgas.


Ainda, o quartzo de alta pureza é muito procurado pela indústria eletroeletrônica e produtos de carbeto de silício grau eletrônico para carregadores de veículos elétricos, além das areias de argamassa.

A área de exploração mineral sempre foi uma importante ferramenta para desenvolvimento da sociedade e isso só tende a aumentar com a busca por novas fontes de recursos minerais e evoluções tecnológicas, por isso devemos estar sempre buscando aumentar a capacidade de entendimento na busca por novas descobertas!


Referências Bibliográficas


DURAND, A. M. A Química dos Minerais: Uma temática para investigar o papel da experimentação no ensino de química. Dissertação de mestrado, UFSM. Santa Maria, 2015.

CABRAL, D. Mineração e a História das Sociedades. Deviante. 2021. Disponível em: https://www.deviante.com.br/noticias/mineracao-e-a-historia-das-sociedades/ Acesso em: 21 jun 2023.

A História da Mineração. Minas Jr: Consultoria Mineral. 2020. Disponível em: https://www.minasjr.com.br/historia-da-mineracao/ Acesso em: 21 jun 2023.

Um futuro promissor para os minerais industriais. Brasil Mineral. 2021. Disponível em: https://www.brasilmineral.com.br/noticias/um-futuro-promissor-para-os-minerais-industriais Acesso em: 21 jun 2023.



Comentarios


bottom of page