top of page
  • Foto do escritorNicholas Imaña

Praias, suas Origens e Processos de Formação

Vista da praia ao nível da areia

As praias são um tipo de ambiente deposicional costeiro, ou seja, são ambientes situados em margens continentais formados por sedimentos inconsolidados, como minerais ou fragmentos de rochas que se depositaram nesses locais por meio de agentes de transporte como o vento e a água. Nessa ótica, as praias são amplamente conhecidas por serem compostas por areia, porém a maneira como ocorreu o transporte dela e diversos fatores composicionais podem mudar as feições físico-químicas vistas em cada praia ao redor.


O que é a Areia da Praia?

A areia vista nas praias consiste, majoritariamente, de cristais ou pedaços de rochas de diferentes tamanhos que se desagregam de corpos rochosos já pré-existentes por erosão e intemperismo, e se depositam em regiões litorâneas. Nesse sentido, a depender das rochas originais (rocha fonte) que provêm os sedimentos depositados nas praias, a composição das areias de cada praia pode variar, alterando aspectos como cor e odor. Por outro lado, vale mencionar que, em muitas regiões do mundo, há também o predomínio de matéria inorgânica na composição das areias de origem animal, como acontece, comumente, de pedaços de corais ou conchas serem fragmentados por ações de onda ou tempestade e passarem a fazer parte das areias de praia.


Como são Transportados seus Sedimentos?

Outro aspecto importante estudado nas areias das praias, é a forma com que os sedimentos são transportados desde sua desagregação da rocha fonte até as margens continentais. Seguindo esse contexto, existem diferentes agentes de transporte que podem levar esses sedimentos até a costa, sendo os principais deles, a água de rios e mares e o vento. Por isso, é importante saber que, tanto o vento como a água possuem propriedades físicas diferentes, como viscosidade e o comportamento de seus fluxos, que promovem mecânicas distintas durante o transporte dos sedimentos por cada um desses meios.


A Água como Agente de Transporte

A água atua no transporte de sedimentos desagregados, principalmente, com o auxílio da gravidade, podendo transportar, por meio de rios que desaguam no mar, sedimentos que são erodidos de montanhas de altas altitudes até as praias situadas em baixas altitudes. No entanto, a água também atua na forma de correntes oceânicas que transportam e retrabalham os sedimentos trazidos de rios e aqueles que são desagregados de assoalhos oceânicos ou ilhas e que serão, posteriormente, depositados nas praias.

O Vento como Agente de Transporte

Enquanto isso, o vento, por sua vez, é capaz de causar a erosão da superfície terrestre e carregar consigo muitos sedimentos provindos de desertos, por exemplo, que são regiões do globo descampadas e que atua, fortemente, esse tipo de fluxo. Porém, diferente da água, o vento não é capaz de carregar fragmentos de rochas ou minerais mais pesados, sendo um agente de transporte que segrega os grãos que carrega, levando consigo, geralmente, sedimentos de tamanho argila até areia (0,002 - 2 mm).


Representação esquemática de como são transportados os sedimentos erodidos de montanhas até serem depositados, pelo vento ou pela água, nas regiões de praia e costeiras.

Figura 1: Representação esquemática de como são transportados os sedimentos erodidos de montanhas até serem depositados, pelo vento ou pela água, nas regiões de praia e costeiras.



Tipos Diferentes de Praias ao Redor do Mundo



Praias com Areia de Quartzo


Fotografia da praia de Grand Anse - Seychelles com areia composta predominantemente por Quartzo.

Figura 2: Fotografia da praia de Grand Anse - Seychelles com areia composta predominantemente por Quartzo.



Essas praias são as mais abundantes, atualmente, contando com areias compostas, predominantemente, por cristais arredondados de Quartzo, mas contendo também Feldspato, óxidos de ferro, argilominerais e minerais pesados, como o Zircão em menor quantidade. Essas praias são caracterizadas pela composição rica em Quartzo (SiO2), que é o mineral mais abundante na crosta terrestre e se caracteriza por ser muito resistente ao processo de transporte pelos agentes comentados acima, conseguindo alcançar locais mais distantes de sua rocha fonte. Por isso, muitas das praias existentes são, predominantemente, compostas por esse cristal, devido à sua maior capacidade de resistir a erosão e intemperismo em relação a outros minerais. Além disso, uma característica comum deste tipo de praia é a coloração clara da areia, que se dá pelo Quartzo ser um mineral incolor na maior parte das vezes.


Praias de Areia Preta


Fotografia de uma praia com areia preta na costa sul da Islândia. (Imagem de Borealis Expedições).

Figura 3: Fotografia de uma praia com areia preta na costa sul da Islândia. (Imagem de Borealis Expedições).


Este tipo de praia é de comum ocorrência em certos locais do mundo, como Chile e Islândia, devido a ocorrência de incontáveis erupções vulcânicas nessas regiões, que expelem magmas que ao resfriarem, se cristalizam em rochas basálticas. Nesse sentido, a rocha fonte dos sedimentos que são erodidos e transportados até os ambientes de praia, provêm de basaltos, que possuem composição rica em minerais máficos (minerais escuros e densos), como Piroxênios, Anfibólios e óxidos de ferro. Por esse motivo, muitas das praias dessas regiões em que houveram vulcões ativos, contêm a areia preta, pois os sedimentos que se depositaram nelas são originalmente mais escuros. Uma importante observação é que, a depender da composição da areia, por exemplo, caso se tenha sedimentos provindos de rochas basálticas e grãos de quartzo em uma mesma praia, a areia pode desenvolver cores intermediárias, como cinza ou marrom.


Praias com Areia Rica em Minerais Diversos


Fotografia em praia com areia verde em Papakolea Beach - Havaí.

Figura 4: Fotografia em praia com areia verde em Papakolea Beach - Havaí.


Como comentado anteriormente, as areias adquirem diferentes colorações a depender da proveniência dos sedimentos que as formam, fato que não é diferente para tipos de praia com predominância de minerais diversos. As praias com areia verde se tornaram um ponto turístico popular no Havaí e a cor de sua areia se deve às rochas vulcânicas ricas em Olivina (mineral verde) que são abundantes nesta região. Nesse cenário, quando as rochas locais são erodidas pelo vento e pela água, são liberadas partículas de Olivina desses corpos rochosos, que quando misturadas à areia da praia, promovem a coloração esverdeada dela.


 Fotografia retirada no Parque Candle Lake - Canadá mostrando a praia local com areia roxa. (Imagem de Candice La Faver).

Figura 5: Fotografia retirada no Parque Candle Lake - Canadá mostrando a praia local com areia roxa. (Imagem de Candice La Faver).


Essa praia tem se tornado, recentemente, um ponto turístico popular no Canadá por apresentar a coloração roxa em suas areias, algo que provavelmente se deve à sua composição rica em um mineral chamado Granada. Este mineral apresenta uma variedade de cores, mas ocorre mais, comumente, em tons vermelho escuro e roxo, gerando com que sua mistura com areia, promova a ela cores dessa tonalidade. Dentro desse contexto, a possível proveniência desses sedimentos que compõem parte da areia, é o Escudo Canadense, região geológica que engloba grande parte do Canadá e que inclui o local dessa praia. Assim, sabendo-se que o Escudo Canadense é uma região de afloramento de muitas rochas metamórficas, principal forma de ocorrência de minerais, como a Granada, possivelmente é de lá que elas tenham sido desagregadas de suas rochas fonte.



Referências Bibliográficas












Comments


bottom of page